SEMI – Aula 04

Publicado por Ricardo Gaúcho Em 27 julho 2017 Comentários desativados em SEMI – Aula 04
Tech tipsComputer Tricks

04.01. [b]

Os microorganismos se beneficiam com o ambiente quente, úmido e nutritivo da pança dos ruminantes.

Os ruminantes se beneficiam com os microorganismos a partir do que eles digerem.

 ____________________

 04.02. [e]

Protocooperação – relação não obrigatória em que ambos participantes se beneficiam.

O pássaro ganha a comida encontrada entre os dentes do jacaré.

O Jacaré se beneficia por se ver livre dos detritos e parasitas presentes entre seus dentes.

____________________

04.03. [d]

Gafanhoto e lagarta competem pelo milho.

 ____________________

04.04. [a]

Protocooperação – relação não obrigatória em que ambos participantes se beneficiam.

O pássaro ganha a comida encontrada entre os dentes do jacaré.

O Jacaré se beneficia por se ver livre dos detritos acumulados entre seus dentes.

____________________

04.05.  [c]

Gráfico clássico da competição interespecífica. “A” ganha a competição e “B” tende a diminuir.

____________________

04.06. [a]

A relação entre o fungo e alga caracteriza o líquen.

b)(F) escravagismo. O pássaro Chupim é muito malaco. Ele nidifica, isto é, põem seus ovos no ninho do Tico-tico sem que ele perceba. O Tico-tico acaba chocando os ovos do Chupim e alimentando seus filhotes juntamente com os seus próprios sem se dar conta.

c)(F) comensalismo. O escaravelho alimenta-se das fezes bovinas. Ele faz, utilizando suas suas patas, pequenas bolas de fezes e rola estas bolas até suas tocas que ficam no subterrâneo.

d)(F) comensalismo.

e)(F) epifitismo.

____________________

04.07. [a]

Ambos se beneficiam da relação.

Além disto, a relação é necessária para ambos.

____________________

04.08.  [a]

As abelhas apresentam interdependência e divisão de trabalho, o que caracteriza uma sociedade. Além disto, ambas espécies envolvidas dependem mutuamente uma da outra.

____________________

 04.09. [b]

Observe que a espécie A não sofre nenhuma alteração com a presença ou ausência de B.

Ela mantém sua população sempre constante.

A espécie B, no entanto, se beneficia na presença de A.

_____________________

04.10. [e]

Caso clássico de competição pelos mesmo recursos.

_____________________

04.11. [a]

Pica-pau ganha a larva para se alimentar e a árvore se vê livre de parasitas – beneficiam da relação (mutualismo).

____________________

04.12. [d]

Pulga é um parasita do felino. Tubarão é um predador.

____________________

04.13. 31 (01, 02, 04, 08, 16)

____________________

04.14. [b]

____________________

04.15. [e]

Quanto menor a sobreposição de nicho ecológicos, menor será a competição entre os envolvidos.

____________________

04.16. [d]

____________________

04.17. [b]

A situação mais provável é a de que o leão tenha afugentado a hiena para impedir suas tentativas de roubar (competição) a presa abatida.

____________________

04.18. [b]

Esquematizando:

  1. Mais frutos.

  2. Mais camundongos.

  3. Aumento de predadores.

  4. Aumento de mariposas.

  5. Redução na produção de frutos nos carvalhos.

  6. Redução da população de camundongos.

  7. Redução na população de predadores.

a)(F) As mariposas, sendo pouco devoradas pelos camundongos, também se reproduzem aceleradamente de acordo com o potencial biótico de sua espécie.

b)(V) Quanto mais frutos, mais camundongos. Quanto mais camundongos menos mariposas e mais predadores de camundongos.

c)(F) A relação entre as mariposas-cigana e os carvalho é um caso de parasitismo e causa prejuízos para o carvalho.

d)(F) Pelo contrário. O equilíbrio das populações garante a sobrevivência de todos os envolvidos. Na medida em que o desequilíbrio se instala, a tendência é a morte dos envolvidos, o que, por sua vez, prejudica a todos.

e)(F) Mais mariposas – menos sementes de carvalho – menos camundongos.

____________________

04.19.

Seres da mesma espécie disputam os mesmos e limitados recursos do meio como, por exemplo, o alimento, a água, o espaço territorial, fêmeas no cio, etc.

____________________

04.20.

Nos herbívoros em geral não existem mecanismos de autorregulação no crescimento populacional. Enquanto tiver alimento disponível, a tendência da população é crescer cada vez mais, podendo, inclusive, chegar ao ponto de consumir toda a reserva de vegetação disponível, o que acarreta, por sua vez, a extinção de toda a população herbívora pela fome. Os predadores, desta forma, têm uma ação benéfica para estes herbívoros, na medida em que impedem o seu crescimento populacional exagerado.

Outra resposta possível seria a relação de purificação genética exercida pelo predador sobre a presa. Os predadores não devoram qualquer presa, mas sim aquelas que eles conseguem caçar.

Assim, os predadores acabam eliminando as presas de menor reflexo, de menor agilidade, de menor capacidade auditiva, etc. Ou seja, os predadores impedem que genes de baixa qualidade sejam transmitidos para as gerações seguintes de presas. Desta maneira, os predadores purificam geneticamente as populações de presas, o que representa, sem dúvida, uma influência positiva.

____________________

Os Comentários Estão Fechados.