Maratona 03

Publicado por Ricardo Gaúcho Em 26 setembro 2017 Comentários desativados em Maratona 03
Tech tipsComputer Tricks

 

 

01. [C]

____________________

02. [D]

ÁCIDO LÁTICO – O ácido lático é liberado pelas células por meio dos processos anaeróbicos de produção de energia. O ácido lático passa do citoplasma, através da membrana plasmática e é lançado no líquido intersticial (líquido que fica no espaço intercelular). O líquido intersticial formará a LINFA que será recolhida por vasos linfáticos. A linfa, no interior dos vasos linfáticos será lançada na corrente sanguínea das veias. Assim, o ácido lático acaba diluído no PLASMA sanguíneo. Mais tarde, no fígado, o ácido lático vai ser destruído.

GÁS CARBÔNICO – O gás carbônico é um subproduto da respiração mitocondrial e dos processos fermentativos. As mitocôndrias liberam o CO2 no citoplasma celular. Do citoplasma, o gás carbônico atravessa a membrana plasmática por transporte passivo (difusão simples), chegando no líquido intersticial, no espaço intercelular. O líquido intersticial formará a LINFA que será recolhida por vasos linfáticos. A linfa, no interior dos vasos linfáticos circulará até ser lançada na corrente sanguínea das Vênulas. Parte do gás carbônico acaba entrando nas hemáceas e sofrendo a ação da enzima anidrase carbônica, sendo, em grande parte, convertido em bicarbonato (HCO3) e transportado pelo PLASMA sanguíneo até os alvéolos pulmonares, onde voltará a ser CO2 e será eliminado do corpo durante a hematose alveolar.

 

 GÁS OXIGÊNIO – Será transportado pelo citoplasma, no interior das HEMÁCEAS, ligado aos átomos de ferro das moléculas de hemoglobina.

____________________

03. [D]

Em regiões de grande altitude o ar é mais rarefeito e apresenta, portanto, uma menor concentração de gás oxigênio. Desta forma, a tendência é a hemoglobina do sangue do atleta absorver menos gás O2 no processo de hematose que ocorre nos alvéolos pulmonares. Para compensar esta deficiência de oxigenação, o organismos reage a curto e longo prazo com certas medidas compensatórias:

MEDIDAS A CURTO PRAZO:

  1. O centro respiratório, localizado no Bulbo, percebe a carência de gás oxigênio na circulação. A partir daí, o bulbo determina um aumento na frequência respiratória (ciclos de inspiração/expiração), assim mais ar circula pelo pulmão resultando em um aumento da ventilação pulmonar. Com mais ar passando pelos pulmões, a tendência é de maior captura de gás oxigênio pela hemoglobina da hemácia.

  2. Ocorre também aumento da frequência cardíaca para que mais sangue passe pelos pulmões e aumente a hematose.

  3. Com o aumento da frequência cardíaca ocorre, por consequência, aumento da pressão arterial. Com aumento da pressão arterial, ocorrerá uma melhor oxigenação dos tecidos do corpo, o que melhora o desempenho do atleta.

 

MEDIDA A LONGO PRAZO:

A medula óssea vermelha, principal centro de produção de células do sangue, aumenta o produção de hemáceas.

 Com mais hemáceas circulando, mais hemoglobina pode ser produzida. Com mais hemoglobinas, mais gás oxigênio pode ser absorvido na hematose alveolar e melhorar a oxigenação dos tecidos do corpo.

____________________

04. [V, F, F, F, V]

(V) O aumento da frequência cardíaca em um animal indica, normalmente, aumento de atividade metabólica no corpo. O aumento de metabolismo demanda um maior consumo de energia pelas células. O aumento de energia implica numa maior atividade das mitocôndrias para gerar esta energia. As mitocôndrias consomem gás oxigênio durante a cadeia respiratória que ocorre nas cristas mitocondriais. Assim, o aumento da frequência cardíaca está associada a um aumento no consumo de oxigênio no corpo de um animal.

(F) A temperatura corporal dos pecilotermos varia com a temperatura do ambiente. Se a temperatura exterior aumenta, o temperatura corporal da iguana também aumenta. Assim , está ERRADO afirmar que “seu corpo sempre está frio”.

(F) Trata-se exatamente do contrário. Os sistemas cardíaco e respiratório estão intimamente associados formado o sistema cardiorrespiratório. Quando a atividade corporal aumenta, a frequência cardíaca aumenta para oxigenar mais o sangue nos pulmões bem como transportar este sangue oxigenado para os tecidos do corpo.

(F) Somente aves e mamíferos possuem coração com quatro câmaras bem definidas e separadas, nos répteis não é bem assim que o coração está estruturado. A ordem dos crocodilianos apresenta coração dividido em quatro câmaras, porém o sangue venoso se mistura parcialmente com o sangue arterial através do forâmen de Panizza. As demais ordem de crocodilianos apresentam coração com o septo ventricular incompleto.

(V) Na medida em que a temperatura externa aumenta, a temperatura interna dos pecilotermos também aumenta. Com aumento da temperatura interna, as reações químicas celulares se aceleram e o animal fica mais ativo. Na medida em que o animal fica mais ativo ele gasta mais energia e consome mais oxigênio para manter as mitocôndrias gerando esta energia. Daí o sistema circulatório aumentar a frequência cardíaca a fim de melhor irrigar os tecidos do corpo em atividade.

____________________

05. [B]

a)(F) O gás carbônico NÃO é transportado para as células. O que é transportado para as células é o gás oxigênio.

b)(V) Transporte de nutrientes e gás oxigênio para as células, remoção de gás carbônico e excreções resultantes do metabolismo celular e regulação da temperatura corporal.

c)(F) O sistema cardiovascular não produz hormônios. Quem produz hormônios são as glândulas do sistema endócrino.

d)(F) O gás carbônico NÃO é transportado para as células. O que é transportado para as células é o gás oxigênio.

____________________

06. [B]

O tecido elástico tem uma função protetora contra as variações constante de pressão que ocorrem em certos vasos sanguíneos. As artérias, onde a variação de pressão é bem grande em função do bombeamento de sangue realizado pelo coração, apresentam uma grande quantidade de fibras elásticas no tecido conjuntivo. As veias, onde a pressão é bem menor que nas artérias, há uma menor necessidade de fibras elásticas, uma vez que se dilatam bem menos que as artérias. Já os capilares são os vasos sanguíneos onde a quantidade de fibras elásticas é mínima. Normalmente são formados por uma única camada de células epiteliais e as poucas fibras elásticas encontram-se na lâmina basal onde estão presas estas células epiteliais.

a)(F) Os vasos sanguíneos que apresentam o maior número de válvulas no seu interior são as veias. Lembrando que as válvulas impedem o refluxo de sangue.

b)(V) Os vasos sanguíneos que participam das trocas entre o sangue e os tecidos são os capilares que envolvem os alvéolos pulmonares.

c) Os vasos sanguíneos de maior diâmetro e que transportam sangue do coração para os órgãos são as artérias. As artérias são os vasos que estão submetidos à maior variação de pressão, portanto, os vasos que apresentam a maior quantidade de tecido elástico protetor.

d) Os vasos menos permeáveis são as artérias e as veias. Os vasos MAIS permeáveis são os capilares. Os capilares são mais permeáveis porque são eles que farão a nutrição das células dos tecidos, A sua permeabilidade garante a saída da água e demais nutrientes.

____________________

07. [C]

c)(V) O acionamento dos movimentos musculares de inspiração e expiração se dá por impulsos nervosos disparados por neurônios do centro respiratório localizado no Bulbo, na base do encéfalo. O fator estimulante do centro respiratório é o excesso de gás carbônico no sangue e não a carência de oxigênio, como muitos podem pensar. O centro respiratório no bulbo mede o nível de gás carbônico sanguíneo a partir do pH do sangue. Quanto mais ácido estiver o sangue mais gás carbônico se encontra presente. Ora, quanto mais gás carbônico, mais atividade deve estar ocorrendo nas células. Células muito ativas consomem muito gás oxigênio em suas mitocôndrias. Sendo assim, se há muito CO2 no sangue, está na hora de respirar e injetar gás oxigênio no sangue para poder alimentar a respiração celular nas mitocôndrias.

RESUMINDO: o que faz o recém nascido respirar depois que o cordão umbilical foi cortado é o excesso de CO2 que se acumula no sangue. O pH diminui (acidose), o centro respiratório percebe a variação e envia os sinais elétricos para os músculos intercostais e diafragma dispararem os movimentos de inspiração e expiração. Assim o ar começa a entrar e sair dos pulmões permitindo que o alvéolos pulmonares comecem a fazer a hematose.

____________________

08. [B]

INSPIRAÇÃO: Entrada de ar nos pulmões.

Detalhamento: Contração dos músculos intercostais externos (músculos que movem as costelas) e do diafragma. Estes movimentos expandem a caixa torácica. O volume do tórax aumenta. Os pulmões de dilatam e a pressão interna dos pulmões fica menor que a pressão do ar atmosférico. Com isso, o ar acaba entrando para os pulmões.

EXPIRAÇÃO: Saída de ar dos pulmões.

Detalhamento: Contração dos músculos intercostais internos. Relaxamento do diafragma. Com isso, o volume torácico diminui e os pulmões são pressionados pelas costelas e pela subida do diafragma. A pressão intrapulmonar aumenta e fica maior que a pressão do ar atmosférico externo. Com isso, o ar acaba saindo dos pulmões para a atmosfera.

____________________

09. [C]

I- A hematose é o processo de trocas gasosas entre o ar inspirado e o sangue venoso enviado pelo coração que passa nos capilares que envolvem os alvéolos pulmonares.

Durante a hematose o excesso de CO2 do sangue atravessa a parede fina dos capilares e entra no espaço interno do alvéolo pulmonar. As moléculas de gás oxigênio do ar inspirado passam do alvéolo para o sangue, onde são capturadas pela hemoglobina das hemáceas.

Assim, é de se esperar que no início do processo descrito no enunciado o sangue tenha bastante oxigênio e pouco gás carbônico, isto é, trata-se de sangue ARTERIAL.

II – Observa-se em II que os níveis de CO2 estão aumentando, o que indica que o sangue está recebendo CO2. Este fenômeno ocorre ao longo dos mais finos vasos sanguíneos do corpo, os CAPILARES. Os capilares apresentam poros ou fenestrações que permitem trocas com as células dos tecidos do corpo. Assim, o excesso de CO2 liberado pelas células acaba retornando ao sangue, o que explica o aumento de CO2 verificado em II.

III- Observe que o nível de CO2 é alto, porém estável. Isto indica que o sangue não está mais recebendo CO2 como ocorreu nos capilares. Daí se conclui que o sangue deve então estar voltando do corpo depois de ter cumprido sua missão de oxigenar e recolher o CO2 dos tecidos do corpo. A volta do sangue ocorre pelas VEIAS.

____________________

10. [V, F, F, V, V]

(V) O monóxido de carbono liga-se de forma irreversível à hemoglobina, o que diminui significativamente a capacidade desta hemoglobina transportar o gás oxigênio. A hemoglobina tem um átomo de ferro em sua estrutura proteica. Neste átomo existe quatro sítios de ligação. Assim, uma molécula de hemoglobina pode transportar no máximo quatro moléculas de O2 ao mesmo tempo. Pode ser também três moléculas de O2 e uma de CO2, ou duas e duas e assim por diante. Importante é considerar que as ligações tanto do O2 como do CO2 com a hemoglobina são ligações muito fracas e se desfazem facilmente. O monóxido de carbono (CO), no entanto, apresenta uma ligação muito estável com a hemoglobina e, uma vez ligado a ela, não solta mais. Assim, um dos quatro sítios de ligação da hemoglobina está inutilizado. Quanto mais CO ligado à hemoglobina, mais inutilizada ela fica para realizar o transporte de gases.

(F) Apesar de a hemoglobina até transportar um pouco de CO2, esta não é a forma “majoritária” de seu transporte. Aproximadamente 70% do CO2 é transportado na forma de bicarbonato no plasma sanguíneo. Menos de 25% do CO2 será transportado ligado à hemoglobina.

 (F) O monóxido de carbono NÃO combina-se com o ácido carbônico. O monóxido de carbono combina-se com a hemoglobina. Ver comentário acima.

(V) A irritação causada pelo alcatrão e outros resíduos do cigarro diminuem os movimentos dos cílios das vias respiratórias e aumenta a produção de secreção, causando tosse e pigarro, o que pode levar à perda da elasticidade pulmonar, dificultando a ventilação.

(V) No primeiro comentário deste teste apresentamos um dos problemas que o monóxido de carbono provoca. Na medida em que a hemoglobina fica menos eficiente para realizar seu trabalho, menos gases serão trocados. Inevitavelmente a tendência é uma menor expulsão de CO2 do sangue. Cerca de 70% do CO2 é convertido em ácido carbônico graças a ação da enzima anidrase carbônica, no interior das hemáceas. Assim, quanto menos eficiente for o sistema respiratório, mais gás carbônico se acumula no sangue, ou seja, mais ácido carbônico será formado e maior será a acidez do sangue.

____________________

11. [B]

DIURESE é o nome dado à perda de água do organismo pela urina. Quanto mais água eliminamos pela urina, maior será a diurese. Uma substância diurética, por sua vez, é uma substância que aumenta a diurese, ou seja, é uma substância faz a o sangue perder mais água pela urina.

No final do segundo parágrafo do enunciado é afirmado que o diurético pode favorecer a perda de peso no atleta. Como isso é possível?

Ora, uma vez que o diurético estimula a perda de água do sangue pela urina, é de se supor que o atleta urinará bem mais que o normal. A água eliminada pela urina pode chegar de 2,5 a 4 litros. Assim, ingerindo o diurético, o atleta poderia perder até 4 kg antes de uma medida de peso pelo comitê olímpico.

Alguns diuréticos agem inibindo a ação do hormônio ADH (hormônio antidiurético também chamado de vasopressina). Este hormônio é produzido pelo hipotálamo, armazenado na neurohipófise e liberado no sangue, onde age no tubo distal e no tubo coletor. Ele promove a reabsorção de água da urina de volta para o sangue. Quanto mais ADH no sangue, menos urina será formada. Quanto mais ADH no sangue, mais concentrada será a urina formada, uma vez que apresentará menor água em sua composição.

a)(F) Os túbulos proximais do rim são estruturas dos néfrons que reabsorvem substâncias da urina primária formada pelo glomérulo, no interior da cápsula de Bowmann.

b) Alguns diuréticos promovem a diminuição da ação do hormônio ADH. Um outro exemplo disto é o álcool. Bebidas alcoólicas inibem o ADH, o que leva a pessoa produzir bem mais urina que o normal.

c)(F) Quando o corpo retém sais minerais, é sinal que o sangue fica mais concentrado com estes sais. Com isso, vai haver uma taxa de osmose maior. A água ficará retida no sangue para garantir a concentração ideal. Assim, com a retenção de sais minerais, o volume de água no sangue tende a aumentar. Com maior volume de sangue nos vasos sanguíneos, maior será a pressão que este sangue exercerá nas paredes do vaso e maior será, portanto a pressão arterial. Desta forma podemos concluir que este mecanismo é o oposto do que acontece com a ação do diurético que faz o corpo perder água e não retê-la.

d)(F) Uma das principais funções da alça de Henle ou alça néfrica é a reabsorção de água por osmose do líquido que circula no interior do túbulo néfrico, ou seja, está alternativa propõe o contrário da ação do diurético.

e)(F) A bexiga urinária NÃO absorve nada. Ela apenas armazena a urina produzida pelos néfrons.

____________________

12. [A]

a)(V) Um cálculo renal ou urolitíase, popularmente denominado pedra no rim, é uma massa ou agregado cristalino sólido que se forma nos rins a partir de sais minerais presentes na urina. Os cálculos do sistema urinário (urolitíases) são geralmente classificados em função da sua localização nos rins (nefrolitíase), ureter (ureterolitíase), uretra (uretrolitíase) ou bexiga (cistolitíase), ou em função da sua composição química (constituídos por cálcio, estruvite, ácido úrico ou outros minerais). Cerca de 80% dos cálculos renais ocorrem em homens.

 

O cálculo renal, uma vez formado no interior do rim, segue o caminho da urina: RIM – URETER – BEXIGA – URETRA.

 ____________________

13. [A]

O sangue, quando passa no glomérulo renal, no interior da cápsula de Bowmann, perde parte de seu plasma que segue pelo túbulo renal. Trata-se da filtração.

Ao longo do túbulo, vai ocorrendo a reabsorção para o sangue das substâncias importantes ao corpo.

Vai ficando no túbulo apenas as substâncias tóxicas, como ureia e ácido úrico, e os excessos que o corpo prefere descartar, como água, alguns sais minerais, glicose, etc. Estas toxinas e estes excessos darão origem à URINA.

O filtrado glomerular apresenta muita glicose, sais minerais importantes, vitaminas, etc. A maior parte deste material, no entanto, será reabsorvida pelas parede do túbulo renal. Assim, espera-se que na urina tenha pouca ou nenhuma glicose, poucos sais minerais, quase nada de vitaminas e assim por diante.

 

 O Gráfico I representa este processo.

____________________

14. [C]

A redução da pressão sanguínea pode ser compensada com a contração da musculatura lisa dos vasos sanguíneos que, se contraindo, “apertam” o sangue no interior, elevando a pressão arterial.

Como esse “aperto” ocorre?

Os músculos lisos que envolvem as artérias se contraem.

Como estes músculos lisos sabem que é preciso se contrair?

Eles são estimulados por uma substância sanguínea chamada ANGIOTENSINA.

O fígado libera no sangue constantemente no sangue doses de ANGIOTENSINOGÊNIO, o precursor da ANGIOTENSINA. Na presença do hormônio renal RENINA, o ANGIOTENSINOGÊNIO se converte em ANGIOTENSINA que estimula a contração da musculatura dos vasos sanguíneos (vasoconstrição), o que gera aumento de pressão arterial.

A ANGIOTENSINA age também nas glândulas SUPRARRENAIS estimulando a liberação do hormônio ALDOSTERONA. A aldosterona age no néfron estimulando a reabsorção de SÓDIO da urina de volta ao sangue. Com mais sódio, o sangue fica mais concentrado (hipertônico). Este aumento de concentração estimula a OSMOSE. O sangue, concentrado pelo excesso de sódio reabsorvido em função do hormônio ALDOSTERONA, recebe bastante água por OSMOSE das células dos tecidos do corpo. A entrada de água por osmose nos vasos sanguíneos implica num aumento de volume sanguíneo no interior dos vasos. Mais água, mais sangue. Com mais volume de sangue no interior dos vasos, maior será a pressão de dentro para fora exercida pelo sangue nas paredes dos vasos.

Assim, por meio deste mecanismo, a pressão que antes estava baixa é reestabelecida.

____________________

15. [D]

III. SOMENTE a vacina ativa as células de defesa contra o invasor, tornando o organismo imune a novas infecções pelos mesmos micro-organismos invasores. O SORO não estimula a produção de anticorpos. O SORO é a inoculação do ANTICORPO pronto, produzido por outro animal, como é o caso do soro antiofídico produzido por cavalos.

____________________

16. 15 [01, 02, 04, 08,]

16.(F) Na imunização PASSIVA o paciente não produz anticorpos, ele recebe pronto de outro animal. Ver esquema da questão anterior.

____________________

17. [B]

O antígeno inativado da vacina estimula o sistema imunológico a produzir ANTICORPOS, o que ajuda a prevenir a doença.

 ____________________

18 [D]

II.(F) As vacinas NÃO DIMINUEM a severidade dos sintomas. As vacinas imunizam a pessoa contra o agente da doença.

____________________

19. [E]

a)(F) Caso a vacina de neutralize o sistema imunológico dos pacientes, eles morrerão.

b)(F) Vacina não ataca o agente causador da doença. Ela apenas estimula o sistema imunológico a produzir anticorpos de defesa. Além disto, a febre amarela é causada por um VÍRUS e não por bactéria parasita.

c)(F) Quem produz o anticorpo é o sistema imunológico e não o vírus.

d)(F) Pessoas que já tiveram a febre amarela já produziram o anticorpo e as células de memória, portanto, não precisam ser vacinadas. Ter a doença é a mesma coisa que tomar a vacina.

e)(V) A DOENÇA VACINAL é aquela doença provocada pela vacina abrandada. Neste caso, o agente vacinal é o próprio vírus vivo da febre amarela, porém, trata-se de uma variedade de vírus cujo efeito no organismo é um sintoma bem mais brando do que o vírus principal. Às vezes a pessoa chega a manifestar um pouco os sintomas da doença, mas não é tão grave ou preocupante. Desta forma, ela acaba produzindo os anticorpos e as células de memória imunológica e fica protegida contra a variedade mais selvagem e devastadora do vírus. Pessoas que se encontram com o sistema imunológico mais debilitado sofrerão mais com os efeitos de uma vacina abrandada.

____________________

20. [B]

a)(F) Tanto a herpes genital como o HPV são causadas por VÍRUS e não por bactérias.

b)(V) A gonorreia, com frequência maior em relação à sífilis, HPV e herpes genital, é causada por uma bactéria cujo doente pode ser tratado com o uso de antibióticos.

c)(F) Clamídia é uma VIROSE e não bacteriose.

d)(F) Espermicidas são substâncias que agem matando espermatozoides a fim de evitar a gravidez. Anticoncepcionais são substâncias ou dispositivos que impedem a gravidez. Assim, espermicidas e anticoncepcionais não matam os agentes causadores da doenças citadas.

____________________

____________________

____________________

Os Comentários Estão Fechados.