Aula 19

Publicado por Ricardo Gaúcho Em 15 junho 2010 2 Comentários
Tech tipsComputer Tricks

HINO dos hormônios digestivo

O hormônio do estômago é a gastriiina

Libera no meu bucho o suco gastro

E a acidez do quimo estomacaaaal

Irrita o duodeno suas paredes

Secretina… age no pâncreas

E libera o tal bicarbonato

Basifica … nossas tripas

E permite as enzimas funcionarem

A tal gordura em duodeno também age

Daí então a colecistociiiiina

Que age no meu pâncreas suas enzimas

Gastrina no buchinho suco gaaastro

Secretina no meu pâncreas vem sal báaaasico

E a gordura faz colecistocina

Enterogastrona

Age no bucho não contrai mais o rapaz

Dos filhos deste solo és mãe gentil

Pátria amada Brasil

____________________ 

____________________ 

19.01. [b]

____________________ 

19.02. [c]

____________________

19.03. [e]

____________________

19.04. [d]

____________________

19.05. [a]

____________________

19.06. [b]

Os carboidratos depois de digeridos formam monossacarídeos como a glicose e não ácidos graxos e glicerol, que são produtos da digestão dos lipídeos pelas lipases.

____________________

19.07. [d]

a)(F) polipeptidase é uma enzima que digere polipeptídeos. Na boca temos a produção e atuação da amilase salivar que atua sobre carboidratos.

b)(F) a pepsina é produzida pelas glândulas do estômago.

c) a liberação da secretina ocorre no duodeno e não no estômago.

d)(V) a colecistoquinina estimula a secreção de enzimas do pâncreas.

e)(F) a renina está presente no suco gástrico e não no suco pancreático.

____________________

19.08. [b]

III.(F) Insulina controla níveis de glicose no sangue e não apresenta relação direta com o processo digestivo.

____________________

19.09. [c]

a)(F) O quimo é o material no estômago. Neste estágio, as gorduras ainda não foram digeridas. Isso somente ocorrerá no intestino, onde o material será chamado de quilo. A secretina estimula a liberação do bicarbonato pelo pâncreas.

b)(F) A acidez do quimo estimula certas células da parede intestinal a liberar, especialmente, o hormônio secretina e não colecistoquinina.

d)(F) A primeira parte da afirmação A digestão de proteínas inicia-se no estômago e completa-se no duodeno por ação de três proteases secretadas pelo pâncreas”, está correta. O erro vem na sequência. Pepsina é uma enzima que atua no estômago e não no intestino.

____________________

19.10. [a]

b)(F) Após a saída do quimo (e não bolo alimentar) do estômago, o próximo destino é o duodeno, depois o jejuno e, por fim então, o íleo.

c)(F) A absorção de nutrientes ocorre fundamentalmente no intestino delgado. No intestino grosso ocorre, principalmente, a absorção de água. Além disto, egestão não diz respeito às fezes que serão produzidas no final do intestino grosso. Egestão é sinônimo do termo excreção, isto é, eliminação de produtos tóxicos produzidos pelo metabolismo e eliminação de sais minerais. Exemplo de materiais egestados: urina, suor, CO2 pelos pulmões.

____________________

19.11. [d]

A vesícula biliar não libera enzimas.

____________________

19.12. [c]

a)(F) O hormônio secretina é produzido no duodeno, conduzido até ao pâncreas (não ao estômago), estimulando a secreção do suco de sais básicos do pâncreas (e não do gástrico).

b)(F) O hormônio gastrina é produzido no estômago e atua no próprio estômago (e não na vesícula biliar).

d)(F) É o hormônio enterogastrona que, produzido no intestino delgado, é transportado ao estômago onde inibe as contrações peristálticas (e não a estimulação da liberação do suco gástrico).

e)(F) O hormônio colecistocinina produzido no intestino (e não no fígado).

____________________

19.13. [c]

A gastrite é uma inflamação no estômago que é agravada pela acidez do suco gástrico. Inibindo-se a produção de gastrina, inibe-se a liberação do ácido clorídrico.

____________________

19.14. [d]

____________________

19.15. [c]

a)(F) O estômago (I) sofre a ação da gastrina e não da secretina (produzida no duodeno e atua no pâncreas).

b)(F) A vesícula biliar corresponde ao número IV e não II, que corresponde ao pâncreas.

d)(F) O pâncreas (II) e não IV, que corresponde à vesícula biliar.

e)(F) O fígado (V) produz a bile, que atua emulsionando as gorduras, o que auxilia na digestão destas substâncias.

____________________

19.16. 06[02, 04]

(01)(F) A gastrina atua no estômago e não na boca.

(08)(F) A presença de gorduras no alimento estimula a produção de colecistoquinina, que vai estimular e não inibir a secreção pancreática e a liberação de bile pela vesícula.

(16)(F) A função da enterogastrona é inibir as contrações no estômago e não estimular o esvaziamento gástrico.

____________________

19.17. 09[01, 08]

(02)(F) Legumes, frutas, verduras e cereais fornecem todos os aminoácidos essenciais, necessários à constituição de proteínas e enzimas.

(04)(F) O órgão “2”, o fígado, não digere nenhum alimento.

(08)(V) A ausência do órgão “3”, a vesícula, não compromete a capacidade de digestão de gorduras, uma que o fígado encontra-se também ligado diretamente ao duodeno pelo ducto biliar. Observe a figura:

 

(16)(F) A redução cirúrgica do tamanho do órgão “1”, o estômago, tem a ver com a diminuição da ingestão dos alimentos, e consequente diminuição na absorção de nutrientes e Calorias.

____________________

19.18. 03 [01, 02] —

 OPS… ERRO DE GABARITO

(01)(V)

(02)(V)

(04)(F) A PEPSINA é uma enzima digestiva produzida e secretada pelo estômago e não pelo intestino, conforme afirmado.

(08)(F) Ácido clorídrico e pepsina são substâncias fundamentais na digestão de proteínas e não de carboidratos.

(16)(F) A enterogastrona atua inibindo as contrações do estômago e não estimulando diretamente a contração da vesícula biliar.

____________________

 19.19.

a) O gráfico I – óleo de milho e o gráfico II – solução ácida. A gordura estimula a liberação do hormônio colecistocinina pelo duodeno. Este hormônio estimula o pâncreas a secretar o suco rico em enzimas. O ácido promove a liberação do hormônio secretina, que estimula o pâncreas a secretar o suco rico em bicarbonato (HCO3), essencial para a neutralização do suco ácido que chega ao duodeno.

b) Na situação onde há a introdução do óleo de milho, pois o hormônio colecistocinina também estimula a contração da vesícula biliar, o que promove a liberação de bile no duodeno.

 ____________________

19.20.

a) gastrina.

b) pâncreas.

c) inibição do movimento peristáltico no estômago.

d) tripsina / quimotripsina.

e) gordura.

f) IV

____________________

2 Comentários até ao momento.

  1. Rodrigo disse:

    Professor,na questão 18 alternativa 04, ele considera a pepsina como atuante no intestino…
    Mas a pepsina não é do estômago e a tripsina do intestino?
    Abraço!

Deixe o seu comentário


Tema traduzido por Wordpress Total.