Aula 16

Publicado por Ricardo Gaúcho Em 15 junho 2010 Sem Comentários
Tech tipsComputer Tricks

16.01. [C]

Uma vez que o homem pertence a classe dos mamíferos e, o único mamífero apresentado nas alternativas é o morcego, fica evidente o parentesco mais próximo entre os dois.

_____________________ 

16.02. [A]

Sequência evolutiva padrão aceita pela teoria da evolução.

_____________________

 

16.03. [B]

Segundo o esquema apresentado, o homem e o chimpanzé tem origem a partir de ancestrais comuns.

_____________________

16.04. [B]

A teoria moderna da evolução defende a tese de que o homem e o chimpanzé tem uma origem comum, isto é, descendem de ancestrais comuns.

_____________________

16.05. [E]

A descrição: “…capaz de transformar as pedras em instrumentos para cortar, raspar e construir abrigos …”, caracteriza um ser capaz de usar ferramentas e ter habilidades específicas. Esta descrição tem a ver com o Homo habilis.

_____________________

16.06. [E]

A descrição corresponde a um estágio muito primitivo da evolução humana e corresponde à descrição do Australopithecus.

_____________________

16.07. [E]

I-(F) Homem e macaco evoluíram a partir de ancestrais comuns.

II-(V) Homem e macaco pertencem a ordem primata.

III-(V)

_____________________

16.08. [C]

A teoria moderna da evolução defende a tese de que o homem e o chimpanzé tem uma origem comum, isto é, descendem de ancestrais comuns.

_____________________

16.09. [C]

I-(F) Sobrevivência de indivíduos com características desvantajosas não significa nenhuma vantagem sobre as demais espécies.

II-(F) A teoria evolutiva defende a tese de que homens e macacos são descendentes de ancestrais comuns.

III-(V) Darwin não conhecia a genética e sua relação com a determinação das características biológicas. Desta forma, ele não tinha como explicar as razões de um indivíduo ser diferente do outro.

IV-(V) A teoria moderna da evolução defende a tese de que os seres vivos atuais sejam descentes dos primeiros seres vivos que surgiram na Terra.

_____________________

16.10. [D]

A teoria evolutiva defende a tese de que homens e macacos são descendentes de ancestrais comuns. Ao longo do tempo, os grupos foram se ramificando, dando origem as espécies atuais.

_____________________

16.11. [D]

A tese aceita pela ciência é a de que a extinção dos dinossauros ocorreu por volta de 65 milhões de anos, no final do período cretáceo. A espécie humana, por sua vez, começa por volta de 3 milhões de anos.

_____________________

16.12. [C]

A sequência de aminoácidos de uma proteína permite comparar a semelhança do DNA de organismos. Quanto mais diferente for a sequência de aminoácidos numa determinada proteína, menor será a semelhança entre o DNA das duas espécies e, portanto, menor será seu parentesco genético. Assim, o homem e o chimpanzé apresentam maior parentes em relação a todos os demais apresentados na tabela, o que torna falsas as afirmativas I e II. As diferenças de DNA podem ser explicadas por mutações.

_____________________

16.13. [E]

Quando comparamos os macacos em geral e o próprio homem aos grandes predadores da região africana, percebemos a “capacidade física predatória” não é o fator decisivo que determinou a sobrevivência dos antropoides.

_____________________

16.14. 74(02, 08, 64)

01)(F) Pelo contrário, as concepções sobre a origem e diversidade da vida na Terra foram muito conflituosas no século XIX, especialmente em relação às religiões de uma forma geral.

02)(V) A Teoria da Evolução defende a tese de que todos os seres vivos são descendentes dos primeiros seres vivos

04)(F) As mutações foram levando a processos de especiação. Assim, as espécies, apesar de suas diferenças genéticas, apresentam uma origem comum. Todos os mamíferos atuais, descendem dos primeiros mamíferos. Os mamíferos, por sua vez, descendem dos répteis. Os répteis dos anfíbios. Os anfíbios dos peixes e assim por diante.

08)(V) As espécies que vivem atualmente na Terra descendem de espécies ancestrais que conseguiram reproduzir e sobreviver ao longo do tempo.

16)(F) A hipótese mais aceita para a origem da vida é a de que o fenômeno se deu na água e não na terra, como afirmado. Interações com o ambiente são fontes importantes de mutações nos seres vivos. Leve em conta as radiações solares que tem efeito mutagênico significativo no DNA. Pense também no material radioativo ejetado durante as erupções vulcânicas. Uma vez absorvidos pelos seres vivos, este material radioativo também tem ação mutagênica.

32)(F) As semelhanças bioquímicas entre o homem e os grandes macacos sugerem apenas uma descendência de ancestrais comuns e não descendência direta como afirmado

64)(V) O desenvolvimento da medicina, por exemplo, cria possibilidades que para as demais espécies são impossíveis.

_____________________

16.15. [D]

I. (F) A espécie humana não é mais nem menos evoluída que as demais espécies. A espécie humana é apenas diferente de todas as outras, assim como qualquer espécie é diferente de todas as demais. O espécie humana, assim como as demais espécies, estão adaptadas a seus respectivos habitats.

II. (F) Chimpanzés e seres humanos são parentes bem mais próximos entre si do que as lagartixas (répteis). Os fungos, por sua vez, são parentes muito distantes dos vertebrados.

_____________________

16.16. [C]

a)(F) As pegadas datam de 3,6 milhões de anos, enquanto a espécie Homo sapiens se desenvolveu num período muito mais recente.

b)(F) O homem não evolui dos macacos. O homem e os macacos possuem ancestral comum, o que é bem diferente de dizer que o homem descende de macacos.

d)(F) Lucy é um fóssil Australopithecus muito antigo, mas, não o mais antigo ancestral humano que se conhece. Fósseis de primatas bem anteriores à Lucy são conhecidos.

e)(F) Os fósseis de Australopithecus indicam claramente a posição vertical.

_____________________

16.17. [B]

b)(V) As epidemias atuam eliminando os indivíduos menos resistentes e permitindo a sobrevivência dos melhores adaptados. Desta forma, as epidemias atuam como fator de seleção natural.

_____________________

16.18. [A]

I.(V) Homo neanderthalensis e Homo sapiens conviveram em parte de sua história, desta forma, é correto afirmar que foram contemporâneos.

II.(F) Não há nenhum indício de que trocas tenham sido realizadas pelas duas espécies.

III.(F) Os indícios apontam para um desenvolvimento da linguagem foi maior em Homo sapiens e não no H. neanderthalensis.

IV.(F) Não há nenhum indício de que havia qualquer tipo de divisão de trabalho entre os Homo neanderthalensis.

V.(V)

_____________________ 

16.19.

– Répteis herbívoros – nem todos os répteis eram herbívoros.

Dinossauros viveram no período Cambriano – os dinossauros viveram na era Mesozoica (períodos Triássico, Jurássico e Cretáceo), entre 245 milhões e 65 milhões de anos atrás.

Gimnospermas como primeiros vegetais a ocupar o ambiente terrestre – os primeiros vegetais a conquistarem efetivamente o ambiente terrestre foram as pteridófitas.

Gimnospermas com vasos condutores pouco desenvolvidos – as gimnospermas apresentam xilema e floema bem desenvolvidos.

Seiva elaborada através do xilema – seiva elaborada circula pelo floema ou líber.

Gimnospermas com frutos – gimnospermas apresentam sementes nuas, sem frutos.

Dinossauros morreram envenenados por plantas tóxicas – a hipótese mais aceita é a de que os dinossauros desapareceram em função das alterações climáticas provocadas por um choque de asteroide há 65 milhões de anos.

_____________________

16.20.

Porque, segundo as modernas teorias evolutivas, o homem e os macacos são descendentes de um mesmo ancestral comum.

_____________________

 

 

Deixe o seu comentário


Tema traduzido por Wordpress Total.