Extensivo – Aula 24

Publicado por Ricardo Gaúcho Em 29 outubro 2012 Sem Comentários
Tech tipsComputer Tricks

Aula 24 – Sistema Excretor

24.02. (C)

O filtrado glomerular é a urina primária que se forma quando o plasma vasa pelas paredes do glomérulo, no interior da cápsula de Bowman (plasma sem proteína de nosso macete de sala de aula). A reabsorção, por sua vez, acontece ao longo do tubo do néfron, quando as substâncias úteis do plasma como glicose, aminoácidos, sais minerais, por exemplo, são absorvidas. A única alternativa que fala em tubo do néfron é a do tubo contorcido distal.

A bexiga apenas armazena a urina produzida pelos néfrons. Os ureteres transportam a urina dos rins para a bexiga.

24.03. (E)

Lembre que no glomérulo ocorre a filtração do sangue formando o plasma sem proteína (urina primária). Ao longo do tubo do néfron (tubo proximal, alça de Henle, tubo distal) ocorre a reabsorção das substância úteis do plasma sem proteína, como glicose, aminoácidos, etc.

a)(F) Falsa por causa de proteína

b)(F) Falsa por causa de Açúcar (reabsorvido ao longo do tubo do néfron) e proteína (plasma sem proteínas)

c)(F) Falsa por causa de Açúcar

d)(F) Falsa por causa de Açúcar

24.04 (E)

A figura representa a unidade funcional do rim, ou seja, o néfron.

a)(F) Somente os vertebrados apresentam néfrons. Insetos possuem os tubos de Malpighi; moluscos, órgãos de Bojanus; planárias, células flama; esponjas e cnidários, nem sistema excretor apresentam.

b)(F) Em II, temos a urina primária, ou seja, o filtrado glomerular, o líquido sem proteínas que vasa pelos poros do glomérulo. A urina propriamente dita, vai se formar no final do túbulo do néfron (tubo distal) quando a reabsorção das substâncias úteis foi realizada e restou somente os excessos e aquilo que não interessa ao corpo como uréia e ácido úrico.

c)(F) As proteínas não conseguem atravessar pequenos os poros do glomérulo (lembre da aula: plasma sem proteína!)

d)(F) A bexiga não absorve nada. Ela apenas armazena a urina.

24.05. (E)

I-(F) A vagina é uma estrutura do aparelho reprodutor e não do aparelho urinário.

II-(V) O córtex é a região periférica e a medula é a região central do rim.

24.06. (B)

a)(F) A digestão da carne faz aumentar os níveis de aminoácidos no sangue e não de glicose.

b)(V) O produto da digestão do amido é a glicose. Assim, caso uma pessoa coma muito macarrão (amido), por exemplo, teremos uma grande absorção de glicose do intestino para o sangue. Parte do excesso de glicose sanguínea poderá ser expulso pela urina.

c)(F) A atividade física consome grandes quantidades de glicose da corrente sanguínea, o que, por sua vez, não explicaria a presença de glicose na urina.

d)(F) A água não é fonte de glicose capaz de aumentar os níveis de glicose no sangue e justificar a presença desta substância na urina.

e)(F) Caso a pessoa leve um susto danado, ocorrerá a liberação na corrente sanguínea do hormônio adrenalina (epinefrina) por parte das glândulas supra-renais. Este hormônio força a saída da glicose do sangue para os músculos. Assim, ocorrerá uma redução no nível de glicose sanguíneo, o que, por sua vez, não é justificativa para a presença deste açúcar na urina.

24.07 (A)

No plasma sanguíneo existe naturalmente bastante proteínas como albumia, hemoglobina, anticorpos (imunoglobulinas) e alguns tipos de hormônios. As moléculas de proteínas, no entanto, não conseguem atravessar os poros do glomérulo renal. Assim, forma-se a urina primária ou filtrado glomerular sem proteína. Por conseqüência, a urina de pessoas normais não apresentará proteínas na sua composição.

24.08. (D)

a) Entenda que “encontrado em alguns tipos de animais” é uma referência aos vertebrados, que são os únicos que possuem néfrons em seu sistema excretor.

b) 1- tubo contorcido proximal; 2- tubo contorcido distal; 3- alça de Henle. Ver figura no comentário do teste 24.02.

c) 5- Glomérulo. 4- Tubo proximal. Nestas regiões forma-se o plasma sem proteína (urina primária). Na urina primária, que é o plasma sem proteínas, encontra-se tudo do plasma, menos, é claro, as proteínas que foram retidas nos poros do glomérulo.

Excretas nitrogenadas: amônia, uréia e ácido úrico que podem estar presentes na urina de uma pessoa normal.

d) A região 6 corresponde ao tubo coletor. No tubo coletor temos a ação do hormônio ADH (antidiurético) que promove a reabsorção de água da urina para o sangue. Assim, na medida em que a água sai da urina e vai para o sangue, esta urina fica cada vez mais concentrada ─ HIPERTÔNICA e não hipotônica como é afirmado. O ADH é produzido pelo hipotálamo e armazenado na hipósife. Ver imagem do comentário da alternativa E do teste 24.16.

24.09. (B)

Células tubulares são as células que revestem internamente as paredes do tubo do néfron e fazem a reabsorção do material útil da urina primária.

24.10.

(01)(V)

(02)(F) II corresponde ao tubo contorcido proximal.

(04)(F) III corresponde ao tubo contorcido distal.

(08)(F) IV corresponde ao tubo coletor.

(16)(F) V corresponde à alça de Henle.

(32)(V)

24.11. (B)

a)(F) Água sempre será transportada pelo processo de osmose, que é uma forma de transporte passivo. Já os sais minerais, aminoácidos e glicose podem ser reabsorvidos por transporte ativo pelas células tubulares do néfron.

b)(V)

c)(F) Somente a água sofre osmose.

d)(F) Somente a água é reabsorvida por transporte passivo. Aminoácidos, sais e glicose são reabsorvidos por transporte ativo.

e)(F) Ver comentário anterior “d”.

24.12. (A)

a)(V) Uma vez que o rim não está funcionando de forma adequada, ele terá problemas em excretar  compostos nitrogenados como amônia, uréia e ácido úrico que estão presentes no sangue e que devem ser eliminados pela urina. Ora, uma vez que o rim não desempenha seu papel, essas substâncias se acumulam no sangue. Uma vez que o sangue fica concentrado por esse acúmulo, ele passa a reter mais água pelo processo de osmose a fim de diminuir a concentração sanguínea dessas toxinas. Quanto mais água é acumulada no sangue para diluir suas toxinas, maior se torna o volume de sangue no interior dos vasos sanguíneos. Quanto mais sangue nos vasos, maior será a pressão exercida por esse sangue nas paredes desses vasos (hipertensão).

b)(F) A insulina tem a ver com o pâncreas e o controle de glicose no sangue. Não tem relação com o acúmulo de compostos nitrogenados do sangue.

c)(F) A bile é produzida pelo fígado, armazenada na vesícula biliar e liberada no duodeno pelo canal colédoco, onde fará a emulsão das gorduras. Enzimas hidrolíticas são as enzimas que agem por hidrólise, ou seja, enzimas que usam moléculas de água para fazer a quebra dos alimentos ao longo do tubo digestivo. Este processo, por sua vez, não tem relação direta com o acúmulo de substâncias nitrogenadas no sangue.

d)(F) O hormônio antidiurético (ADH), também chamado de vasopressina é produzido pelo hipotálamo e é armazenado na hipófise, de onde será liberado no sangue para promover a reabsorção de água da urina para o sangue. Um mau funcionamento renal, portanto, não afeta a produção deste hormônio, uma vez que ele é produzido e liberado pelo encéfalo.

e)(F) A aldosterona – um hormônio mineralocorticóide – é produzida no córtex das glândulas supra-renais ou ad-renais. Age controlando os níveis de sódio no sangue, o que, por sua vez, afeta a concentração osmótica. Aqui vale o mesmo raciocínio do comentário da afirmativa “D”.

24.13.

(01)(F) A ultrafiltração renal acontece ao longo do tubo do néfron (proximal, Henle e distal). O que está sendo descrito neste item é a filtração do sangue, que consiste na passagem do plasma sem proteína (urina primária) do sangue que circula no glomérulo para a cápsula de Bowman. Ver imagem do comentário do teste 24.02.

(02)(V)

(04)(V)

(08)(V)

(16)(V)

24.14. (B)

b)(V) Caso um animal precise impedir a diluição acentuada dos seus líquidos corporais, isso significa que ele está com um excesso de água no organismo. Este excesso de água implica em um acúmulo de líquido nos tecidos. Quanto mais água nos tecidos do corpo, mais a concentração do animal se altera, o que, por sua vez, pode levar à morte. Ora, este excesso de água precisa ser eliminado. Assim, néfrons que apresentam glomérulos grandes poderão formar muita urina primária (plasma sem proteínas), o que permitirá a eliminação do excesso de água. Quanto maior o glomérulo, mais água poderá ser eliminada durante a filtração do sangue. Seres que vivem em ambientes desérticos tendem a apresentar glomérulos menores para reduzir as perdas de água pela urina (diurese). Já os animais que são obrigados a consumir quantidades excessivas de água tendem a apresentar glomérulos menores a fim de reduzir a diurese e evitar processos de desidratação.

24.15. (E)

a)(F) O álcool inativa o ADH ─ hormônio antidiurético ou vasopressina. Ver comentário da afirmativa E.

b)(F) Idem.

c)(F) Quando a pessoa bebe alcoólicos, ela urina mais e seu sangue se desidrata, fica com menos água, aumentando a concentração dos solutos e não diminuindo como é afirmado. Pense em um suco de laranja. Quanto mais água se tira dele, mais concentrado ele fica. É exatamente isto que acontece quando uma pessoa enche a cara de tanto beber a manguasca!!!

d)(F) Como o sangue da pessoa que bebe se desidrata, ela sente mais sede e não menos sede conforme é afirmado.

e)(V) O ADH age retirando água da urina e fazendo-a voltar para o sangue. Assim, na medida em que o álcool age inativando a ação a ação do hormônio ADH, menos água será retirada da urina para retornar ao sangue. A pessoa urinará mais e seu sangue ficará desidratado, o que significa dizer que ficará concentrado, daí a pessoas sentir mais sede.

24.16. (C)

a)(F) A cápsula de Bowman envolve o glomérulo e não é envolvida por ele, conforme é afirmado.

b)(F) O ureter liga o rim à bexiga. Quem lança a urina para o meio externo é a uretra.

c)(V)

d)(F) A maior parte da reabsorção que ocorre nos túbulos renais se dá por transporte ativo. O transporte ativo, por sua vez, consome muita energia. Desta forma, as células dos túbulos renais apresentam um grande número de mitocôndria para gerar a energia necessária neste intenso transporte ativo de substâncias da urina primária para o plasma.

e)(F) Quem secreta o ADH é a glândula hipófise e não o córtex cerebral (massa cinzenta). Ver figura da alternativa D do teste 24.12.

24.17. (D)

A urina de uma pessoa normal não deve apresentar proteína nem glicose, o que elimina as pessoas do grupo 1, 3, 4 e 5.

24.18. (A)

Uma pessoa normal não deve, em princípio, eliminar de forma significativa glicose pela urina, uma vez que a glicose é reabsorvida ativamente pelas células das paredes dos túbulos renais (proximal, alça de Henle, distal). Assim, as afirmativas “b” e “c” estão eliminadas.

O excedente de sódio é eliminado também pela urina. Desta forma, estamos entre as alternativas “a” e “d”, que mostram o sódio sendo eliminado. A alternativa “d”, no entanto, é absurda. Como se explicaria o fato de uma pessoa apresentar uma pequena quantidade de sódio no sangue (barra azul) e 12 horas depois apresentar uma enorme quantidade de sódio na urina? De onde veio tanto sódio assim?

Já a alternativa “a” é mais razoável e menos exagerada. Há uma certa quantidade de sódio no sangue e, 12 horas depois, o excedente de sódio está na urina para ser eliminado. Há certa quantidade de glicose no sangue e, 12 horas depois, uma quantidade mínima ou desprezível de glicose na urina.

Deixe o seu comentário


Tema traduzido por Wordpress Total.