Extensivo – Aula 21

Publicado por Ricardo Gaúcho Em 29 outubro 2012 Sem Comentários
Tech tipsComputer Tricks

Aula 21 – Sistema Respiratório

21.02. (B)

A faringe é o local por onde passa o alimento antes de chegar ao esôfago durante a deglutição. Pela faringe passa também o ar que vem das fossas nasais rumo à laringe.

.

21.03. (A)

a)(V)

b) O espaço existente entre os pulmões é chamado de mediastino. É nesse espaço que está localizado o coração.

c) O músculo que separa o tórax do abdômen é o diafragma.

d) Homeostase.

e) Hemoglobina.

.

21.06. (A)

a) Os alvéolos pulmonares não entram em contato com o chocolate. Eles apenas absorvem O2 e eliminam o CO2.

b) Células absortivas do intestino são as células que revestem internamente o intestino e são responsáveis em absorver para os produtos da digestão.

c) Células endoteliais formam um tipo de célula achatada de espessura variável que recobre o interior dos vasos sanguíneos, especialmente os capilares sanguíneos, formando assim parte da sua parede.

d) Substância cinzenta do cérebro corresponde ao corpo celular dos neurônios e, segundo o enunciado, são afetados por ação de substâncias presentes no chocolate.

.

21.08. (C)

ENFISEMA PULMONAR

Sinônimos:Doença pulmonar obstrutiva crônica ou DPOC.

O que é? É uma doença crônica, na qual os tecidos dos pulmões são gradualmente destruídos, tornando-se hiperinsuflados (muito distendidos).

Esta destruição ocorre nos alvéolos, onde acontece a troca gasosa do oxigênio pelo dióxido de carbono. Como resultado, a pessoa passa a sentir falta de ar para realizar tarefas ou exercitar-se.

Como se desenvolve? A doença inicia com a destruição de diminutos sacos de ar (alvéolos) que compõe os pulmões. Nas áreas destruídas, não ocorrem as trocas gasosas de maneira satisfatória, fazendo com que diminua a quantidade de oxigênio circulante no sangue e, então, surge a falta de ar. Os pulmões também perdem a elasticidade, tornando mais difícil a saída do ar após cada inspiração. A quase totalidade dos casos é causada pelo tabagismo. Poucos casos são devidos à deficiência de alfa-1-antripsina, que é uma enzima produzida nos pulmões.

Cerca de 10-15% dos fumantes mais suscetíveis ao efeito nocivo do fumo é que desenvolvem a doença. À medida que vão fumando, vão piorando a sua capacidade pulmonar. Os fumantes, na maioria das vezes, passam a sentir as alterações causadas pela doença só após vários anos.

.

21.09. (A)

I- (V) A hematose é um processo de transporte passivo onde os gases são trocados por diferença de concentração. Assim, o excesso de oxigênio do ar inspirado se difunde para a corrente sanguínea, bem como o excesso de CO2 do sangue venoso que envolve o alvéolo se difunde para o ar.

II-(F) Osmose é a passagem da água do meio hipotônico para o meio hipertônico. Não tem nada a ver com o transporte de gases que se dá por difusão.

III- (F) As trocas gasosas nos alvéolos (hematose) ocorrem por difusão simples, uma forma de transporte passivo.

.

21.10. (C)

O esôfago faz parte do sistema digestório e serve para conduzir o bolo alimentar da boca até o estômago.

.

21.12. (B)

a) Glote é uma estrutura anatômica localizada na porção final na laringofaringe com a função de impedir a entrada de alimentos facilitando a saída e a entrada de ar para os brônquios e pulmões, ajuda também na função fonatória uma vez que a prega vocal e vestibular localizam-se dentro dela. Com a glote pode ocorrer vários problemas, como o edema da glote, que é um inchaço e um fechamento da própria glote.

Epiglote – é uma espécie de lâmina que se encontra por detrás da língua e que serve para fechar a ligação da faringe com a glote durante a deglutição. Essa cartilagem evita a comunicação entre os aparelhos respiratório e digestivo. A epiglote funciona como uma espécie de válvula da laringe, que é um dos órgãos do aparelho respiratório.

Durante a deglutição, a laringe se eleva, enquanto que a epiglote se abaixa, fechando a entrada da laringe e permitindo a passagem do alimento para o esôfago. Durante a respiração, a epiglote se eleva, mantendo a laringe aberta e permitindo a passagem do ar.

Quando tomamos água, essa tampa se fecha, o líquido corre pelo esôfago e alcança o estômago. Se a epiglote estiver aberta, a água penetrará no sistema respiratório e provocará um acesso de tosse.

b) Amídalas

A adenóide é um tecido semelhante às amígdalas que fica no teto da nasofaringe, ou seja, fica por trás do nariz. Tem a função de criar células de defesa contra bactérias e vírus que inflamam as vias respiratórias altas das crianças (ouvidos, nariz, seios da face), ou seja, tem uma função importante.

Em alguns casos, ela cresce mais do que deveria, provocando o que chamamos de RESPIRAÇÃO BUCAL e passa de necessária a prejudicial. Uma vez HIPERTROFIADA (grande) faz com que a criança tenha desconforto durante o sono, engasgos, falta de apetite e infecções respiratórias de repetição, pela obstrução que provoca o acúmulo de secreções em ouvidos e seios da face.

c) Pleura – membrana que envolve externamente os pulmões.

d) O muco e os cílios servem para fazer a ultrafiltração do ar.

e)Vilosidades são dobras do intestino que aumentam sua superfície de absorção do material digerido.

.

21.13. (D)

II-(F) 6 representa o bronquíolo. A oxigenação do sangue, a hematose, ocorre nos alvéolos pulmonares (8).

.

21.14. (B)

a)(F) O muco das via aéreas não é o resultado de nenhum acúmulo de líquidos e partículas. O muco é produzido pelas células epiteliais das vias aéreas.

b)(V) O movimento dos cílios empurra o muco e todas as partículas que aderiam nele para fora do corpo. É uma forma de “limpeza interna” do aparelho respiratório.

c)(F) Independentemente de a respiração ser rápida ou lenta, as partículas estranhas ficam presas no muco e são expulsas pelo sistema mucociliar.

d)(F)

e)(F) A viscosidade do muco depende diretamente do estado de hidratação do organismo.

.

21.15.

V

F A traquéia é essencialmente cartilaginosa e não muscular como é afirmado.

V

V

F – O muco é a principal forma de limpeza das vias respiratórias.

.

21.16.

(01)(V) Ver figura do comentário do teste 21.12 alternativa “A”.

(02)(F) A traquéia é formada por anéis cartilaginosos e não apresenta nenhum tipo de tecido ósseo.

(04)(V)

(08)(V) Fenda palatina ocorre quando o palato (o céu da boca) não se fecha completamente. Assim como o lábio leporino, apresenta graus bem variados de intensidade, que vão de uma pequena abertura no chamado palato mole à quase separação completa do céu da boca.

(16)(F) Ambos os pulmões são importantes. Não existe pulmão com função secundária.

(32)(F) Bater nas costas de quem se engasgou não resolve o problema.

.

A melhor maneira de fazê-lo é através da Manobra de Heimlich. Resumidamente, uma pessoa fazendo a manobra usa as mãos para fazer pressão sobre final do diafragma. Isso comprimirá os pulmões e fará pressão sobre qualquer objeto estranho na traquéia.

A pessoa a aplicar a manobra deverá posicionar-se atrás da vítima, fechar o punho e posicioná-lo com o polegar para dentro entre o umbigo e o osso esterno. Com a outra mão, deverá segurar o seu punho e puxar ambas as mãos em sua direção, com um rápido empurrão para cima e para dentro a partir dos cotovelos. Deve-se comprimir a parte superior do abdômen contra a base dos pulmões, para expulsar o ar que ainda resta e forçar a eliminação do bloqueio. É essencial repetir-se a manobra acerca de cinco a oito vezes. Cada empurrão deve ser vigoroso o suficiente para deslocar o bloqueio.

Deixe o seu comentário


Tema traduzido por Wordpress Total.